“Não é sorte, sou abençoado”, diz homem ao receber alta após lesão cerebral em acidente

“Não é sorte, sou abençoado”, diz homem ao receber alta após lesão cerebral em acidente

Em 2 de outubro de 2020, Rob Hull voltava para casa quando sua motocicleta foi atingida por um caminhão. Ao ser arremessado pelo forte impacto, sua cabeça bateu no asfalto enquanto seu corpo derrapava na estrada.

Tempos depois, sua esposa Keri, seu filho Mason e sua filha MJ correram para o hospital, contatando familiares e amigos para uma oração urgente pela vida de Rob.

“Eu não tinha ideia de que ele estava em sua motocicleta naquele dia”, disse Keri. “A primeira coisa que ouvi foi uma mulher do outro lado dizendo: 'Seu marido está bem, mas ele sofreu um acidente de moto e está a caminho do hospital'”.

A filha de Rob também conta como recebeu a notícia do acidente. “Eu estava literalmente entrando pela porta sempre que recebia a ligação da minha mãe. Normalmente, quando as pessoas dizem isso, não é bem assim”.

Mason, o filho, diz que pensou: “Isso é algo que eu nunca imaginei, que a vida simplesmente pararia por um momento e pararia”. Ele continua: “Você sempre ouve sobre como a vida pode ir tão rápido, mas eu nunca senti isso até então. E se essa foi a última vez que eu abracei meu pai, ou o vi sair, e eu nem disse adeus.”

Pedido de oração

“Enviamos mensagens de texto para todas as pessoas que conhecíamos, apenas para orar por ele e estávamos orando por ele no caminho para lá, porque não tínhamos ideia de quão ruim seria ou o que esperar”, disse a filha MJ.

“Através da oração, vi Deus operar milagres. Eu só sabia que precisávamos de oração. Precisávamos que as pessoas se unissem ao nosso redor e precisávamos orar por Rob”, disse Keri.

Rob foi levado para o hospital de trauma mais próximo perdendo a consciência.

Seu filho conta que se lembra de se sentir impotente no estacionamento. “Então, com as restrições do Covid, eles só deixaram a mãe entrar lá para vê-lo. Então, isso meio que parecia um tapa na cara, como se não fossemos ouvir nada até que a mamãe nos avisasse. Imediatamente, naquele momento, acho que minha irmã e eu não estávamos com medo da intimidade de realmente orarmos juntas. Com fé, ousadia e expectativa... acho que é algo que sempre apreciarei olhando para trás, foi poder compartilhar isso com minha irmã, poder orar juntos.”

Eles esperaram ansiosamente enquanto a equipe de emergência fazia os exames necessários em Rob, preocupados que ele pudesse ter quebrado o pescoço, as vértebras ou uma hemorragia cerebral.

Keri conta que se aproximou de Rob, cautelosamente, com muitos ferimentos.

“Acho que foi quando o medo começou a se instalar, foi no minuto em que o vi na cama. Eu estava quase com medo de chegar mais perto para ver como ele estava”, disse.

“Lembro-me de olhar para baixo e ver suas botas e suas roupas no chão e estavam rasgadas. Isso realmente me atingiu, o quão ruim realmente era. E então, quando cheguei ao lado dele, pude ver todos os ferimentos da estrada em todo o lado direito de seu corpo”.

O milagre

Rob entrou e saiu da consciência, enquanto eles esperavam pelos resultados da tomografia. Finalmente, Keri conseguiu chamar seus filhos por vídeo no celular.

“A primeira coisa que vi foi meu pai sentado lá com um colar cervical. E ele mal conseguia falar. Ele estava apenas olhando para nós. Foi assustador, mas foi bom ver que ele estava falando conosco, e ele estava lá, vivo, quando provavelmente não deveria estar”, disse MJ.

“Foi uma respiração tão profunda de alívio que foi como, 'Ok, ele está consciente.' Quero dizer que ver alguém nesse estado, alguém que você ama nesse estado de dor foi muito difícil”, lembra Mason.

‘Deus estava comigo’

Depois de várias horas, eles receberam notícias surpreendentes. Os médicos determinaram que, embora Rob tivesse sofrido uma lesão cerebral traumática, ele estava liberado para ir para casa naquela mesma noite.

“Então, quando me disseram que não havia ossos quebrados ou sangramento interno, eu sabia que Deus tinha cuidado. Deus realmente o protegeu naquele dia”, afirmou Keri aliviada.

Com um sorriso, Rob declarou sua fé: “Lembro-me da enfermeira olhando meu prontuário. E dizendo: 'Bem, não encontramos nenhuma hemorragia cerebral, não encontramos nenhuma vértebra quebrada, não encontramos nenhum osso quebrado. Você é sortudo.' E eu ainda estava deitado com meu colar cervical na mesa, E disse: 'Eu não sou - isso não é sorte. Sou abençoado. Este é Deus comigo.' Deus estava comigo”.

MJ se lembra de seu pai saindo da sala de emergência. “Foi um milagre saber o quão ruim realmente poderia ter sido, e então ver meu pai sair do hospital naquela noite e nos abraçar e tudo mais, foi realmente um milagre.”

Gratidão a Deus

“Lembro-me de um profundo apreço por tudo o que pude compartilhar com meu pai e continuo compartilhando com ele, por causa de sua recuperação do naufrágio. Apenas alegria que ainda temos para ir em aventuras, fazer coisas como pessoas criativas. Toda vez que o vejo, fico muito agradecido”, disse Mason.

“Saber que Rob poderia não estar aqui hoje... estou muito grata por Deus ter poupado sua vida naquele dia”, disse Keri. 

Rob se recuperou completamente, graças às orações respondidas no momento de necessidade desesperada de sua família.

“Agradeço a Deus que me poupou. Ele poderia ter me levado e me chamado para casa. Eu poderia ter acordado no Céu e não saber nem o que aconteceu. Porque quando acordei no concreto, eu nem sabia o que tinha acontecido. Então poderia ter sido uma transição para o Céu, mas sou grato por Ele ter me poupado”, disse Rob.

“O conforto dos amigos e familiares orando por nós foi enorme, e então senti a paz do Espírito Santo, que sei que veio do poder da oração”, revelou Keri. 

Fonte: Guiame com informações de CBN News

Postar um comentário

0 Comentários