Ex-chefe da máfia encontra Jesus na prisão: “Eu orava todos os dias”

Ex-chefe da máfia encontra Jesus na prisão: “Eu orava todos os dias”

Michael Franzese, um ex-chefe da máfia que se tornou pregador, ministrou no domingo (26) na megaigreja do pastor Greg Laurie, na Califórnia, dizendo que é importante ter consciência da eternidade e um medo “saudável” de ir para o inferno.

Michael era parte da segunda geração de criminosos de sua família. Ele atuava na máfia em Nova York como caporegime — uma patente alta na hierarquia de uma família da máfia italiana.

Trabalhando ao lado de seu pai, Sonny Franzese, Michael roubou dinheiro e se envolveu em diversas atividades criminosas.

Depois de ser preso 18 vezes, ele cumpriu oito anos de prisão e foi libertado em 1994. Mas o período na cadeia foi essencial para sua mudança de vida — um guarda da prisão entregou a ele uma Bíblia, e foi assim que Michael conheceu Jesus.

Falando na igreja Harvest Christian Fellowship, o ex-chefe da máfia lembrou do período em que esteve em confinamento solitário:

“Quando eu estava na prisão, passei 29 meses e 7 dias em uma cela de 1,8 x 2,4 metros, 24 horas por dia, 7 dias por semana. Eu e Deus”, contou. “Não era fácil. Não fomos feitos para ser criaturas solitárias. Nós fomos feitos para ser sociais. Quando as luzes se apagavam à noite, muitos caras não ficavam bem; muitos gemidos e choros”.

No momento mais difícil, Michael colocou sua fé em Jesus: “Mergulhei na minha Bíblia. Orei todos os dias. Foi o meu momento mais próximo com o Senhor, porque não tive escolha. E graças a Deus, eu me voltei para Ele e nenhum outro lugar. Mas você sabe o que aconteceu naquele buraco? Desenvolvi um medo saudável do inferno.”

Michael encorajou a multidão a imaginar a realidade da existência do Inferno. “Eu quero que você pare por um minuto e pense na pior coisa que você já encontrou em sua vida e perceba que essa pior coisa nunca vai embora. Vai ser o seu espinho constante ao seu lado para sempre. E agora se coloque no inferno, que é um milhão de vezes pior e nunca vai terminar. Isso é o inferno”, pregou Franzese.

Ele alertou que não queria levar más notícias, mas apenas o alerta da verdade bíblica sobre a eternidade. “A boa notícia é que não precisamos ir para lá. Existe um inferno e também existe um céu”, destacou.

Por fim, Franzese exortou as pessoas a entregar suas vidas a Jesus, antes que seja tarde demais. 

“Estamos vivendo em tempos loucos”, lembrou. “Nós não sabemos de um minuto para o outro o que vai acontecer nesta vida. Eu vi pessoas que eu amo comigo um dia, indo embora no outro. É chocante. Não temos garantia de nada. E o que você está esperando? Por que você quer testar?”

Ele concluiu lembrando: “A única forma de você perder é se você não confessar seus pecados e aceitar Jesus como seu Salvador.”

Fonte: Guiame com informações de The Christian Post

Postar um comentário

0 Comentários