Ator de “Suits” se volta para Deus após sentir vazio: “Nada preenche esse buraco”

Ator de “Suits” se volta para Deus após sentir vazio: “Nada preenche esse buraco”

O ator Eric Close, que já atuou em grandes produções de Hollywood como “Suits” e "Sniper Americano”, experimentou uma transformação ao entregar sua vida e carreira a Jesus.

Em entrevista ao Faithwire, ele contou que se converteu na adolescência, mas ao crescer acabou se afastando do Senhor. “Deus não era uma prioridade na minha vida. Eu sabia que Ele estava lá, mas eu não estava fazendo dele o número um”, revelou Eric.

Após se formar na universidade, o ator sentiu o vazio de sua vida sem Jesus e abriu seu coração em uma oração franca. “Eu estava sentado no meu apartamento. Me senti meio vazio, meio perdido. Só me lembro de dizer: 'Deus, não sei se você quer alguma coisa comigo, mas sinto sua falta'”, contou Close.

A oração simples transformou a vida de Eric e o levou de volta aos braços do Pai. “A partir daí, minha vida se transformou. Foi simplesmente sobrenatural”, testemunhou ele.

Então, Close começou uma jornada de fé mais profunda e nunca mais olhou para trás, mesmo crescendo em sua carreira em Hollywood com o passar dos anos. Inserido no mundo da fama, o ator disse que não sabe como estaria se não tivesse voltado para os caminhos de Deus.

“Se não tivesse acontecido isso na minha vida, não sei onde estaria hoje e como seria minha vida”, refletiu ele.

Nos últimos anos, Eric tem atuado em produções cristãs, como seu novo filme "The Mulligan”, em cartaz nos Estados Unidos, que conta a história de um empresário de sucesso que falha nas coisas que são mais importantes na vida. 

“Há esse versículo: o que adianta uma pessoa ganhar o mundo inteiro e perder sua alma. Este mundo oferece tantas coisas que podem te puxar em tantas direções”, lembrou Close.

Por experiência própria, o ator conhece o vazio de buscar significado e propósito na fama e no sucesso do mundo. “Você chega ao ponto em que percebe que nada preenche esse buraco em nossas almas além de Deus”, declarou.

E concluiu: “Deus está no meio da confusão do mundo. O mundo está faminto por [histórias de esperança], especialmente agora, depois do que passamos”.

Fonte: Guiame com informações de Faith Wire

Postar um comentário

0 Comentários