“Deus está nos ajudando”, dizem soldados ucranianos ao relatar eventos sobrenaturais

“Deus está nos ajudando”, dizem soldados ucranianos ao relatar eventos sobrenaturais

A guerra na Ucrânia que já dura uma semana não conseguiu tirar a fé dos ucranianos, que lutam de todas as formas, principalmente através de orações. Cristãos na Ucrânia agradecem pelas orações de todos ao redor do mundo.

Na luta física, porém, muitos soldados estão testemunhando que sentem a ajuda de Deus. Um pastor americano que pediu para não ser identificado, disse para o All Israel News que Deus está atendendo às orações.

Ele conta que estão chegando relatórios com um grande número de soldados dizendo “que coisas estranhas estão acontecendo” e que atribuem à ajuda de Deus.

Agir sobrenatural em meio à guerra

O pastor conta que os soldados relatam sobre acontecimentos que estão salvando suas vidas durante a noite. “Parece que, às vezes, as balas estão apenas passando por nós, em vez de nos atingir”, compartilhou um dos soldados no relatório. 

Um pastor ucraniano compartilhou em sua pregação de sábado (26) que sente como se “estivesse sonhando” e tem a sensação de que tudo isso “não esteja realmente acontecendo”. 

Ao ler o Salmo 26, ele destacou que “quando passamos por esses tempos difíceis, então nós também colhemos alegria e algo de bom”, disse ao revelar que, no outono, a igreja recebeu uma profecia de que “seria difícil chegar à Ucrânia”. 

Sobre a profecia 

“Depois da dificuldade, porém, seria um dos melhores tempos para o país. E eu entendi que, provavelmente, a profecia estava falando de um grande mover do espírito de Deus", explicou o pastor.

Ele conta que os moradores da vizinha Bielorrússia também estão muito “em choque e consternados por seu território estar sendo usado para a invasão de uma nação amiga”. 

Conforme o pastor ucraniano, os crentes na Bielorrússia e na Ucrânia constantemente se unem e apoiam uns aos outros. “Como sobreviventes do Holocausto, muitos deles são pessoas de espírito positivo e Deus é otimista”, compartilhou.

Atuação da Igreja na Ucrânia

O pastor e sua equipe atendem sobreviventes do holocausto na Bielorrússia há 26 anos e estão envolvidos com quatro congregações, um ministério para órfãos e crianças que lutam contra o câncer. 

Ele explicou que tem muitos amigos em toda a Ucrânia. "Estamos orando e torcendo para que essa invasão russa da Ucrânia chegue ao fim muito rapidamente, porque esta é uma situação horrível", disse.

O sofrimento tem sido incalculável de homens, mulheres, crianças e idosos, todos inocentes. E, apesar da fé e da positividade, o pastor ressalta o quanto tem sido difícil e doloroso encarar de frente a violenta invasão russa.

Fonte: Guiame

Postar um comentário

0 Comentários