Pacientes são tocados por Deus pelas orações de auxiliar de limpeza

Pacientes são tocados por Deus pelas orações de auxiliar de limpeza

Márcia Moraes tem atuado no Hospital das Clínicas em Belém (PA) como auxiliar de limpeza, mas seu trabalho tem ido muito além de manter a estrutura limpa — seus louvores e orações têm transformado a vida dos pacientes.

Em uma escala de 12 horas, Márcia, mais conhecida como Princesa, já começa a rotina do trabalho com uma oração.

“Pego meu material, arrumo meu carrinho, chamo minha colega, dou as mãos para ela e eu digo: ‘Vamos orar para Deus dar um dia muito abençoado.’ Quando terminamos a nossa oração, vamos trabalhar”, disse ela ao G1.

Enquanto Márcia limpa os cômodos do hospital, ela canta louvores e aproveita para visitar os quartos, onde conversa e ora pelos pacientes. Uma delas é a professora Edna Brito, que está internada no hospital em Belém por causa de pedras nos rins. 

“Eu estava muito triste de estar longe de casa e a Princesa percebeu”, disse Edna, que mora em Soure, na ilha do Marajó, a quase 100 quilômetros. “Encontrei com o cuidado dela uma segunda mãe no hospital. Só de ela vir aqui já é muito bom”.

Márcia diz que também celebra com os pacientes que recebem alta. “Começo a dançar e cantar: ‘Glória! Glória! Aleluia! Vencendo vem Jesus!’”

Fé que traz cura

A Princesa se tornou um canal de Deus no hospital, mas enfrentou dias de dores antes disso — ela começou a trabalhar no local uma semana após ficar viúva.

“Eu senti um abraço de Deus chegando nesse hospital, e me senti acolhida em um momento tão difícil da minha vida”, disse ela.

Hoje, ela encara sua atuação no hospital como uma missão divina. Quando deixou a UTI, a pensionista Cleuza Soares Pereira lembra que estava tomada pelo desânimo, mas foi impactada por Márcia. 

“Quando ela entrou na enfermaria, perguntou por que eu estava triste e começou a louvar. Esse louvor foi fundamental. Foi tocando a minha alma, as minhas dores e aquela cicatriz, que foi sarando. A cada momento que ela louvava, eu fui sendo renovada. Agradeço a Deus por ainda colocar anjos nessa terra, e a princesa Márcia é um desses anjos”, declara Cleuza.

Segundo a psicóloga Patrícia Diniz, o louvor da auxiliar de limpeza pode ajudar pacientes nos momentos de angústia. “Os pacientes gostam, se acalmam com a intervenção e o canto dela e isso vale muito”, diz a psicóloga

Fonte: Guiame

Postar um comentário

0 Comentários