Grupo preso em elevador de arranha-céu forma círculo de oração ao despencar 84 andares

Grupo preso em elevador de arranha-céu forma círculo de oração ao despencar 84 andares

Um grupo de pessoas viveu um momento de pavor, quando o elevador onde estava despencou 84 andares, em um arranha-céu em Chicago, nos Estados Unidos. O acidente aconteceu em novembro de 2018, no John Hancock Center, um dos edifícios mais altos do mundo com 100 andares.

As seis pessoas, incluindo uma mulher grávida, estavam no 95° andar, quando o elevador começou a cair. 

“No início, eu acreditava que íamos morrer. Eu senti que estávamos caindo e então ouvi um barulho ‘clack clack clack clack clack’”, relatou o cristão Jaime Montemayor, que estava entre o grupo, junto com sua esposa Maña.

“Eu sabia que algo não estava bem”, acrescentou a mulher. As pessoas entraram em pânico no elevador. Então, o casal cristão se abraçou e começou a clamar a Deus. 

Logo, as demais pessoas se juntaram a eles, formando um círculo de oração e pedindo a proteção do Senhor. O elevador despencou até o 11° andar e os passageiros ficaram presos. 

O socorro já havia sido acionado, porém os bombeiros encontraram dificuldades para resgatá-los. 

“Foi uma situação precária em que tivemos o cabo quebrado no topo do elevador. (Nós não poderíamos fazer um resgate de elevador para elevador). Tivemos que quebrar uma parede”, explicou o chefe dos bombeiros do Batalhão de Chicago, Patrick Maloney.

Após três horas, os bombeiros conseguiram chegar até o grupo e tirá-los do elevador por um buraco na parede. Ninguém ficou ferido com a queda e não foi necessário atendimento médico.

Fonte: Guiame

Postar um comentário

0 Comentários