Empresa aérea de Israel permitirá orações a bordo dos aviões

Empresa aérea de Israel permitirá orações a bordo dos aviões

A equipe de cabine da El Al Israel Airlines recebeu uma carta informando que a companhia aérea decidiu testar orações organizadas em seus voos de longa distância entre Tel Aviv e a América do Norte.

As reuniões de oração serão realizadas na cozinha na parte de trás da aeronave, após as refeições terem sido servidas. O horário das orações será anunciado antes do voo.

As sessões de oração formalmente organizadas, que serão anunciadas nas telas dos passageiros e no sistema de alto-falantes de informação pública da aeronave, “às vezes reguladas pela tripulação de cabine”, destinam-se a substituir as atuais orações ad hoc, nas quais os corredores são às vezes bloqueados em momentos incômodos, causando desconforto a alguns passageiros.

Um mínimo de dez homens judeus é necessário para formar um 'minyan' ou quórum de oração. A El Al avisa que os grupos de oração na cozinha não poderão transbordar para os corredores e perturbar os passageiros sentados na parte de trás do avião. Todos os participantes da reunião de oração serão obrigados a usar máscaras.

As estimativas são de que as orações matinais de Shacharit, a mais longa das três orações diárias, devem durar de 30 a 40 minutos e ocorrerão, se possível, exatamente ao nascer do sol.

A carta ao pessoal da cabine de El Al enfatiza a importância do tempo e que os assuntos na cozinha devem ser organizados para que as orações possam ocorrer em horários precisos. No entanto, os passageiros serão obrigados a retornar aos seus assentos durante os horários de oração, que serão interrompidos, se as condições climáticas exigirem.

Fonte: Guiame

Postar um comentário

0 Comentários