Cristãos e judeus se unem para orar o Salmo 31 na Ucrânia: "Livra-me dos meus inimigos”

Cristãos e judeus se unem para orar o Salmo 31 na Ucrânia: "Livra-me dos meus inimigos”

Os cristãos e judeus na Ucrânia se uniram para orar o Salmo 31, enquanto enfrentam uma guerra desigual contra a Rússia e a possível tomada de seu território. A iniciativa partiu do rabino-chefe da Ucrânia, Yaakov Dov Bleich, que convidou os cristãos a se juntarem aos judeus em oração durante esta semana.

“Vem depressa em meu socorro; seja minha rocha de refúgio, uma fortaleza forte para me salvar. [...] Livra-me das mãos dos meus inimigos, dos que me perseguem. Resplandeça o teu rosto sobre o teu servo; salve-me em seu amor infalível”, estão orando os ucranianos.

A oração de Davi, pedindo proteção durante suas batalhas, se tornou viva e atual para o povo da Ucrânia.

“Para mim, como pastor, este Salmo, eu o leio de forma diferente agora, porque é sobre nossa situação atual na Ucrânia. Esta antiga oração – escrita há vários milhares de anos – agora vemos que está tão viva”, disse Anatoliy Raychynets, vice-secretário geral da Sociedade Bíblica na Ucrânia, à Eternity News.

O pastor Anatoliy contou que, diante do contexto de guerra que vivem, muitos ucranianos estão fazendo “perguntas sérias” e que a Igreja está os convidando a orarem as orações da Bíblia.

“Na Bíblia, vemos histórias de pessoas passando por momentos diferentes, difíceis e desafiadores. Tempos de guerra, de fome. São boas histórias que estão nos ensinando. Então, quando as pessoas vêm até nós fazendo perguntas, oramos juntos. Nós os encorajamos a defender a paz e orar pela paz”, afirmou o líder.

“Não oramos pela vitória sobre nosso inimigo. Oramos para que a diplomacia da Ucrânia e de todo o mundo tragam uma solução. Oramos para que o milagre de Deus aconteça porque sabemos que deverá ser um milagre parar isso. Então, lemos a Bíblia com as pessoas e oramos”, explicou.

Anatoliy ressaltou que os versículos da Bíblia “não são apenas palavras escritas”, mas vivos e aplicáveis ​​à vida real, citando o testemunho de uma senhora, que após uma reunião de oração na igreja, lhe disse que estava orando o Salmo 31 e experimentou uma grande paz e conforto.

“É assim que a palavra de Deus está trabalhando nas almas de nós, seres humanos na Ucrânia agora”, concluiu o pastor.

As forças russas iniciaram um ataque em larga escala à Ucrânia na madrugada desta quinta-feira (24), com explosões na capital Kiev e outras cidades. 

Enquanto bases militares são alvos de ataques, famílias ucranianas se protegem em estações de metrô, que estão servindo como abrigo antiaéreo, nas cidades de Kharkiv e Kiev. Outros cidadãos tentam fugir do país, causando um grande congestionamento nas estradas.

Fonte: Guiame

Postar um comentário

0 Comentários