'Anjos enviados por Deus', diz mãe sobre policiais que salvaram bebê de 11 meses

'Anjos enviados por Deus', diz mãe sobre policiais que salvaram bebê de 11 meses

O que poderia ser uma fatalidade terminou bem, graças à ação de policiais rodoviários federais, que pararam na BR-101, na Zona Sul de Natal, e fizeram manobras de desengasgo em um bebê.

Luzia Rocha viu seu filho de menos de um ano de idade engasgar e ficar sem fôlego, na tarde de terça-feira (2), feriado de Finados.

Na quarta-feira (3), Josué Levi completou 11 meses de vida. Um dia após o incidente, a mãe contou que o menino está bem e falou de toda a gratidão que sente pela ação dos agentes de segurança pública que salvaram seu filho.

“Eles chegaram no momento certo, enviados por Deus, porque eu vi meu filho morto nos meus braços, estava muito aperreada e Deus mandou aqueles anjos”, conta a mãe de Josué Levi.

Josué Levi tinha sido levado ao hospital porque estava apresentando febre e garganta inflamada. Após realizar exames, a família voltava para casa. Foi quando menino engasgou com o leite da amamentação.

Manobras funcionaram

Eles pararam o carro na BR-101, próximo ao viaduto de Ponta Negra, e pessoas tentaram socorrer a criança. Uma viatura da Polícia Rodoviária Federal que passava pelo local foi chamada pela população e os agentes realizaram a manobra de desengasgo.

Luzia conta que, diante da situação, sequer percebeu quando o carro da PRF parou para ajudar. A manobra foi feita pelo PRF João Felipe Pandolphi.

"Já tinha um cidadão tentando fazer procedimento para desobstrução das vias aéreas, mas até aquele momento o bebê não apresentava reação. Resolvi pegar a criança nos braços, posicionei, fiz o procedimento e felizmente o bebê reagiu positivamente", relatou.

Gratidão

"A gente fica feliz em poder ajudar e cumprir nossa principal função que é salvar vidas", comentou o agente.

Após o salvamento, a criança foi levada na própria viatura da PRF ao Hospital Walfredo Gurgel, onde passou por atendimento médico e foi liberada para ir para casa.

Na quarta (3), o menino já estava mais animado, andando e brincando em casa.

"Vou ser eternamente grata a eles (PRFs). Com certeza, quando Josué crescer e entender mais vai ter um reencontro com eles, para agradecer. Eles foram anjos enviados por Deus", disse a mãe.

Fonte: Guiame

Postar um comentário

0 Comentários