Cristãos são atacados pelo grupo Antifa durante um evento de oração nos EUA

Cristãos são atacados pelo grupo Antifa durante um evento de oração nos EUA

Um vídeo mostra o momento em que membros do Antifa atacam cristãos que estavam reunidos em Portland, Oregon, no sábado (07), durante um evento de oração que aconteceu no Tom McCall Waterfront Park.

O pastor canadense Artur Pawlowski organizou o evento no mês passado, o que possibilitou que o grupo tivesse tempo para organizar o ataque. 

Pawlowski lidera a Igreja Fortress de Adullam em Calgary, no Canadá. Ele chegou a ser preso por realizar um culto de Páscoa, que foi considerado como uma “reunião presencial ilegal” por conta da pandemia. 

O movimento Antifa é uma conglomeração de grupos de esquerda que se opõe ao facismo. Eles atuam com táticas de militância com o objetivo de combater a extrema-direita.

O jornalista Andy Ngo compartilhou o vídeo que mostra o momento do ataque, quando integrantes do grupo chegam vestidos de preto, mascarados e carregando escudos e armas (de paintball) enquanto gritavam palavrões para os fiéis.

Os cristãos podem ser ouvidos orando enquanto os militantes se tornam mais agressivos e violentos.

Sobre o ataque

Nas cenas do vídeo é possível ver as famílias cristãs com crianças fugindo enquanto os extremistas destroem o equipamento de áudio e atacam os participantes com spray de pimenta e projéteis. O equipamento de som foi jogado no rio Willamette.

Uma participante do evento disse que o grupo foi “implacável” ao descrever o que viu: “O Antifa simplesmente entrou como uma multidão enfurecida, começou a atirar bombas em todo mundo, a atacar todo mundo com ovos podres”, disse.

“Eles jogaram uma bomba em um grupo de crianças que tinham de quatro meses a 10 anos de idade, continuou.

Outro participante que ajudou o pastor Pawlowski, disse que teve o rosto atingido. “Subi para pedir que parassem de jogar coisas nas crianças”, explicou o homem. “Tem crianças lá embaixo, eu dizia, mas eles borrifaram gás lacrimogêneo em mim”, contou.

De acordo com o CBN News, em meio ao caos, foi possível ouvir um dos militantes gritando: “Onde está seu Deus agora?”. O Departamento de Polícia de Portland não interveio durante o incidente e não interagiu com nenhum dos grupos.

Fonte: Guiame

Postar um comentário

0 Comentários