Homem é curado milagrosamente e leva enfermeira a Cristo: “Deus recebeu a glória”

Homem é curado milagrosamente e leva enfermeira a Cristo: “Deus recebeu a glória”

Na madrugada de 3 de maio de 2019, Maurice Hillard foi ao banheiro e repentinamente caiu no chão. Ao vê-lo incapaz de falar ou se mover, sua esposa começou a orar.

“Orei para que ele fosse completamente curado, do topo da cabeça às solas dos pés. E que ele não tivesse efeitos colaterais nem nada”, disse a esposa de Maurice ao 700 Club Interactive.

Maurice foi levado às pressas para o hospital mais próximo de sua casa, na Virgínia (EUA). Quando chegou ao pronto-socorro, ele estava desorientado, com a fala arrastada e dores no peito. 

Com a suspeita de ter sofrido um AVC, Maurice foi levado para uma tomografia computadorizada. Enquanto o técnico de enfermagem injetava um corante de imagem em seu cérebro, Maurice sentiu algo mudar.

“Comecei a sentir que estava voltando”, conta Maurice. Ele sabia que não foi por causa do procedimento médico. “Eu apenas disse: ‘O Senhor fez isso!’ O que quer que tenha acontecido com meu corpo, estou curado!”

Os exames foram inconclusivos e Maurice continuou em observação no hospital. Enquanto isso, ele não parava de contar às enfermeiras e a todos os profissionais sobre seu milagre.

“Tudo o que pude dizer era como o Deus que eu sirvo é bom e como Ele me curaria”, lembra.

Levando uma enfermeira a Cristo

No dia seguinte, a ressonância magnética confirmou que Maurice havia sofrido um derrame no lado esquerdo do cérebro. Isso só confirmou a Maurício seu testemunho de cura.

“Quando eu peguei o resultado, eu fiquei tão feliz. Fiquei tão grato por Deus ter me curado. Eu até mesmo disse ao médico que Deus tinha me curado”, disse Maurice.

Enquanto o paciente pregava as boas novas no hospital, a enfermeira Ashley Basinger começou a compartilhar sua dor — ela confessou que estava com raiva de Deus após ter perdido seu pai.

“Eu não entendia porque meu pai foi tirado de mim”, lembra a enfermeira. Foi quando ela ouviu Maurice dizer: “Ashley, seu pai ainda está vivo, ele ainda está em você. Eu disse quanto amor Deus tinha por ela”.

Depois de meses de mágoa e ressentimento, Ashley sentiu como se tudo tivesse sido “lavado”. “Esse homem foi um anjo enviado para me fazer saber que Deus está por toda a parte e que tudo aconteceu como deveria acontecer”, disse ela.

Naquela tarde, Maurice recebeu alta, sem ter nenhuma sequela. A única marca daquele derrame foi o encontro de uma enfermeira com Deus.

“Eu o ajudei, mas ele mudou minha vida para sempre”, diz Ashley sobre Maurice. “Foi preciso passar por isso para que Deus recebesse a glória. Tudo valeu a pena”, disse o paciente. 

Fonte: Guiame

Postar um comentário

0 Comentários