Morte de homem após oração de pastor em monte foi por 'causa indeterminada', diz polícia

Morte de homem após oração de pastor em monte foi por 'causa indeterminada', diz polícia

A Polícia Civil concluiu o inquérito que apurava uma tentativa de roubo a fiéis que estavam participando de um ritual de oração em um monte, em Ribeirão das Neves, na Grande BH. Durante a tentativa de assalto, um dos suspeitos morreu.

globoplay.globo.com/v/9608595/

O outro suspeito conseguiu fugir em direção a um matagal, mas se apresentou à polícia dias depois.

Segundo o delegado Alex Daton, a causa da morte do assaltante é indeterminada.

"Não havia nenhuma violência contra o corpo. Foi uma questão fisiológica. Acreditamos que a quantidade de drogas que ele usou acabou colaborando com o estresse que ele sentiu no momento do assalto, causando o infarto que levou a óbito", disse o delegado.

Ainda de acordo com o delegado, o suspeito que fugiu colaborou com as investigações e disse que desistiu do roubo após desmaiar.

"Quando ele voltou à consciência, viu que as vítimas já tinham recuperado os celulares roubados. Ele se entregou à polícia no dia 8 de junho e vai aguardar o julgamento em liberdade", falou o Dalton.

Relembre o caso

Um homem morreu após tentar assaltar um grupo de religiosos que estavam em um monte, no bairro das Piabas, na noite do dia 5 de junho, em Ribeirão das Neves, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

https://globoplay.globo.com/v/9581097/

Segundo informações da Polícia Militar, ele e um outro suspeito abordaram quatro homens que estavam fazendo um ritual de oração em um monte. O homem que morreu estava armado com um facão e uma réplica de revólver.

Enquanto ele anunciava o assalto, o pastor, líder religioso do grupo, fez uma oração para o suspeito que, segundo a polícia, teve um mal súbito e morreu na hora. O outro suspeito conseguiu fugir em direção a um matagal.

A polícia foi chamada pelo pastor e por os outros fiéis.

Rabecão e perícia foram até o local, e o corpo foi levado para o Instituto Médico Legal de Betim, também na Região Metropolitana de BH.

O suspeito que conseguiu fugir se apresentou à Polícia Civil no dia 8 de junho.

Fonte: G1 Minas Gerais

Postar um comentário

0 Comentários