Facebook retira do ar a maior página de oração por Jerusalém

Facebook retira do ar a maior página de oração por Jerusalém

Uma página pró-Israel no Facebook, a Jerusalem Prayer Team (“Equipe de Oração por Jerusalém”, em português), foi retirada do ar após ser inundada por postagens antissemitas de radicais islâmicos.

Os posts pró-palestinos e anti-Israel tinham como alvo a Jerusalem Prayer Team, que era a maior página pró-Israel no Facebook no mundo. Era também a maior página do Facebook sobre religião em geral, com mais de 78 milhões de seguidores. 

Michael Evans, especialista em Oriente Médio e fundador da página, disse à CBN News que estava hospedando um evento global de oração para orar diariamente pela paz em Jerusalém. 

Só na última quinta-feira, 13 de maio, ele teve 1 milhão de engajamentos e 43 milhões de impressões no Facebook. No entanto, havia um grande número de pessoas postando declarações e fotos anti-Israel entre mais de 790.000 comentários. 

Entre alguns exemplos de declarações antissemitas, estão: “Israel é um porco sujo”, “os israelenses são terroristas”, “é uma página de bastardos” e “os israelenses são racistas e criminosos”.

Várias pessoas postaram comentários pró-nazimos, sendo um deles com uma imagem de Hitler e a frase: “Não vou matar todos os judeus porque vou permitir que algumas pessoas vivam para que eu possa entender por que matei os Judeus”. 

Outra postagem retratava Benjamin Netanyahu em cima de uma criança morta, enquanto um cinegrafista filmava a cena. 

As postagens antissemitas não estão mais visíveis no Facebook.

Evans disse à CBN que o Facebook se orgulha de não permitir discurso de ódio, mas não fez nada para impedir o festival de ódio contra judeus dentro de sua página.

Fonte: Guiame

Postar um comentário

0 Comentários