Pastor e filha são sequestrados no Haiti; igreja pede orações

Pastor e filha são sequestrados no Haiti; igreja pede orações

Na quinta-feira (24), o pastor Elie Henry e sua filha, Irma Henry foram sequestrados no Haiti. As informações foram confirmadas pela família do líder e divulgadas pela administração da Igreja Adventista do Sétimo Dia (IASD) na Divisão Interamericana, em Miami (Flórida, EUA).

Segundo o comunicado inicial da Igreja Adventista, Elie e sua filha foram “detidos por pessoas desconhecidas” na véspera de natal recente. Mas agora, a família já está conseguiu contato com o pastor e outras pessoas estão trabalhando para que eles retornem para casa em segurança. Um irmão do pastor já teria sido contactado para pagar um resgate.

“A família Henry está em contato regular com o pastor Elie e entendemos que ele e sua filha estão bem, na medida do possível, considerando as circunstâncias. A família e outras pessoas estão trabalhando diligentemente para buscar um retorno seguro”, explicou parte de uma atualização do comunicado.

Em seu comunicado mais recente, a denominação também informou que a família pede para as pessoas evitarem especulações nas redes sociais.

“Concentre sua energia em manter o pastor Henry e sua filha Irma em suas orações durante este período de provações”, disse outra parte do texto.

Segundo o portal de notícias do Hospital Adventista do Haiti, em Porto Príncipe, o pastor e sua filha desapareceram depois de deixar o estabelecimento por volta de 18h da última quinta-feira. 

Presidente da Divisão Interamericana Adventista do Sétimo Dia, Elie Henry é natural do Haiti e estava passando férias em sua terra natal, com a esposa.

Henry serviu a IASD por mais de 40 anos e foi nomeado presidente da Divisão Adventista do Sétimo Dia Inter-América em 2018. Tal divisão compreendia o México, Caribe, América Central e partes da América do Sul.

Fonte: Guiame

Postar um comentário

0 Comentários