Idoso é preso em Limeira acusado de aliciar mulheres; vítimas eram atraídas durante orações

Idoso é preso em Limeira acusado de aliciar mulheres; vítimas eram atraídas durante orações

Um idoso de 74 anos foi preso na tarde de sábado (31), em Limeira, acusado de aliciar mulheres ao oferecer supostas curas espirituais em grupos de oração. O homem foi preso na região do Jardim Ipanema e conduzido ao plantão policial após uma denúncia feita por uma mulher, com ajuda do marido, que testemunhou o acontecimento.

De acordo com informações da Polícia, o suspeito marcava orações do terço às sextas-feiras e, durante as reuniões, dizia que se comunicava com o Espírito Santo. Dessa forma, conseguia saber detalhes da vida das pessoas. Então, ele marcava encontros em igrejas para uma suposta orientação espiritual, momento em que o aliciamento acontecia.

Uma testemunha, que preferiu não se identificar, afirma que o agressor realizou a oração do terço na casa de sua sogra por três sextas-feiras seguidas e disse a sua esposa que precisava conversar particularmente. Eles então marcaram um encontro na Paróquia Jesus Cristo Bom Pastor, no Jardim do Lago, que aconteceu na tarde deste sábado. Lá, o idoso teria feito perguntas íntimas à mulher, relacionadas à sua menstruação e se ela teria desejo de trair o marido. Ao sair do encontro, a vítima contou o que aconteceu ao seu marido, que esperava do lado de fora do templo. A polícia foi acionada e o suspeito foi detido.

Em outra situação, com outra vítima, o assédio teria acontecido na Catedral Nossa Senhora das Dores, no centro. No encontro, o homem teria afirmado que a vítima tinha um problema no útero e que para que ela fosse curada, ele deveria penetrar o pênis nela e ejacular dentro dela. O idoso teria dito que para que isso acontecesse, a mulher deveria ir para um motel com ele e que ela não poderia recusar. Além disso, de acordo com a testemunha, ele teria dito que ela não deveria “chegar e já abrir as pernas”, e que ele tomaria um comprimido desconhecido e faria ela tomar outro, para que a “cura” acontecesse.

Outras pessoas denunciaram o agressor assim que as vítimas começaram a contar o que havia acontecido nas reuniões nas igrejas. O idoso nega as acusações e afirma que oferece um tratamento com um tipo de medicamento que pode aguçar o desejo sexual. 

Fonte: Educadoraam

Postar um comentário

0 Comentários