“Resposta de oração”, diz família sobre trigêmeos que nasceram minúsculos e sobreviveram

"Resposta de oração", diz família sobre trigêmeos que nasceram minúsculos e sobreviveram

Cian, Declan e Rowan DeShane são os trigêmeos que sobreviveram a partos extremamente prematuros. Cian nasceu primeiro com 22 semanas e 6 dias em 28 de dezembro de 2019, na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal do Centro Médico da Universidade de Vermont. Ele pesava apenas 489 gramas. Cinco dias depois, o irmão gêmeo idêntico de Cian, Declan, veio ao mundo em 2 de janeiro de 2020. E sua irmã, Rowan, seguiu logo depois. Declan pesava 667 gramas ao nascer e Rowan pesava 490 gramas.

"Quando minha bolsa estourou, comecei a chorar porque não pensei que eles sobreviveriam ao nascer tão cedo. Achei que tudo tivesse acabado", disse Kaylie DeShane, a mãe dos trigêmeos.

Para micro-prematuros nascidos com 22 a 23 semanas, a sobrevivência prolongada do bebê é muito baixa. Mas os três pequeninos, do tamanho da palma da mão de um adulto, superaram milagrosamente todos os obstáculos que enfrentaram na UTI neonatal.

Cian e Rowan desenvolveram uma doença intestinal. Cian também lutou contra a pneumonia. Todos os três bebês lutaram com problemas respiratórios, principalmente nos primeiros dias e semanas de vida.

Kaylie diz que a teoria para a persistência dos trigêmeos para viver se centrou na abelha e em uma frase popularizada pelo "Bee Movie" de 2007.

Bebês milagrosos

"De acordo com todas as leis conhecidas da aviação, não há como uma abelha ser capaz de voar", diz o roteiro. "Suas asas são muito pequenas para tirar seu corpinho gordo do chão. A abelha, é claro, voa de qualquer maneira porque as abelhas não se importam com o que os humanos pensam que é impossível."

Os trigêmeos não sabiam que não deveriam voar. “E eles não se importaram”, disse Kaylie. A perseverança de Cian, Declan e Rowan em viver foi uma inspiração para muitos, incluindo uma comunidade online de milhares de mães para micro-prematuros. “Se eles acreditam que podem fazer então devemos acreditar neles também. "

Zangões começaram a aparecer na UTI Neonatal para os trigêmeos. As abelhas foram fixadas nos distintivos das enfermeiras para mostrar que elas estavam torcendo por Cian, Declan e Rowan enquanto cuidavam diligentemente dos prematuros. "Não desista deles", foram as três palavras que foram proferidas pela equipe.

Os trigêmeos estão todos em casa com sua família agora. Declan celebrou seu retorno em 17 de abril. Rowan foi para casa em 30 de abril. E Cian deixou a UTI neonatal em 4 de maio. Os bebês não precisam mais de ventiladores para sobreviver, e só recebem oxigênio extra enquanto dormem à noite para promover o crescimento.

As crianças saíram pela primeira vez para apoveitar o sol do verão. "Hoje foi o primeiro dia em que trouxemos os bebês para um lugar além das consultas. Todos os bebês cochilavam ao mesmo tempo, o que nunca acontece”, disse a mãe.
A história milagrosa é reposta de oração feita pela família DeShanes para ter seus bebês, nascidos com 22 semanas, seguros em casa com eles.

Fonte: Guiame

Postar um comentário

0 Comentários