Presidente do Zimbábue decreta dia de jejum e oração contra o coronavírus

Presidente do Zimbábue decreta dia de jejum e oração contra o coronavírus

O presidente do Zimbábue decretou um dia de jejum e oração na segunda-feira (15), convocando a população do país africano a buscar intervenção divina no combate ao coronavírus.

“Peço a todos vocês, neste dia, que se juntem a nós, abrindo mão de uma, duas ou todas as refeições em jejum”, disse o presidente Emmerson Mnangagwa, segundo a mídia estatal Zimbabwe Broadcasting Corporation (ZBC).

O presidente pediu à nação que se juntasse a ele para um culto online das 10 às 12 horas (horário local), que foi transmitido ao vivo pela ZBC e outras plataformas de mídia social. O culto contou com a participação de líderes religiosos de todo o país.

“Será melhor organizar a participação neste culto junto com a família ou pequenos grupos da igreja que não excedam 50 pessoas, observando as precauções que tomamos para impedir a propagação do coronavírus”, sugeriu Mnangagwa.

A ministra dos Serviços de Informação, Publicidade e Rádio, Monica Mutsvangwa, disse: “O Zimbábue é uma nação predominantemente cristã, embora todas as religiões encontrem um lar aqui. É por isso que o presidente Mnangagwa considerou apropriado reunir todos de comum acordo, orando e meditando sobre os desafios que enfrentamos como nação por causa da Covid-19”.

Presidentes de nações como Estados Unidos, Brasil, África do Sul, Botsuana e Tanzânia também convidaram a população para se unir em jejum e oração em meio à pandemia de Covid-19.

Até agora, Zimbábue registra 387 casos de Covid-19, incluindo quatro mortes e 54 pesoas recuperadas.

Fonte: Guiame

Postar um comentário

0 Comentários