Deputados incluem dia para 'prática do jejum e da oração' no calendário oficial do DF

Deputados incluem dia para 'prática do jejum e da oração' no calendário oficial do DF

O calendário oficial de eventos do Distrito Federal ganhou o "Dia do Jejum, da Oração, do Arrependimento e do Perdão para a Glória de Deus". A data será comemorada no dia 12 de outubro. A lei, promulgada pelo presidente da Câmara Legislativa (CLDF), foi publicada no Diário Oficial da terça-feira (16).

O projeto que culminou na norma é de autoria do deputado Valdelino Barcelos (Progressistas). Antes, a proposta havia sido vetada pelo governador Ibaneis Rocha (MDB).

De acordo o texto, o objetivo da data é "consagrar a prática do jejum e da oração". "Um dia a ser comemorado para refletirmos sobre as nossas vidas, dos nossos irmãos, para desejarmos bênçãos, solicitarmos proteção, paz, implorarmos perdão e luz para todos presentes em nosso meio social."

Ao G1, o deputado Barcelos disse que a inclusão da data no calendário oficial do DF é importante para trazer "ponderamento" ao povo cristão que "clama por mais compaixão nos dias atuais". "Tudo o que é importante em nossa vida merece ser pensado antes de ser executado", afirma.

O deputado afirma ainda que 80% da população brasileira se declara cristã. "O povo cristão acredita na oração como uma reflexão e também uma das formas mais importantes de transmitir paz e proteção", diz. "Vivemos um momento único, onde a oração tem sido o conforto, o equilíbrio e porto seguro de muita gente."

Outras datas

A inclusão de novas datas no Calendário Oficial do Distrito Federal não representa novos feriados. A sugestão dos dias, semanas ou meses comemorativos é uma das prerrogativas dos deputados distritais. Para valer, no entanto, as proposições precisam ser aprovadas no plenário da CLDF e sancionadas pelo governador.

As datas incluídas no calendário de 2020 tiveram o aval de Ibaneis ao longo de 2019. Só no segundo semestre do ano passado, os distritais aprovaram 17 novas datas. Destas, porém, apenas quatro foram oficializadas pelo GDF.

Fonte: G1

Postar um comentário

0 Comentários