Crianças fazem “call center” para conversar e orar por famílias

Crianças fazem "call center" para conversar e orar por famílias

“Posso orar por você?” Por trás desta impactante pergunta, estão crianças que foram incentivadas por sua igreja a ligar para as pessoas e levar uma palavra de fé, durante o período de isolamento social devido à pandemia de coronavírus.

O “call center” foi idealizado no Espírito Santo pelo diretores do Clube de Aventureiros e Desbravadores, um programa para crianças da Igreja Adventista do Sétimo Dia.

Pelo menos 11 pessoas receberam a ligação de Gabriel Cabral Teodoro, de 6 anos, que contou com a ajuda da mãe, Jaqueline Cabral. “Ele ligou para um técnico de enfermagem e orou com pedindo a Deus que o protegesse do vírus. O rapaz começou a chorar descontroladamente, de forma que até meu filho se emocionou”, disse a mãe ao site Notícias Adventistas.

Jaqueline acredita que a ação é essencial para o momento, quando as pessoas estão fragilizadas e sensíveis. “Nada melhor que ouvir a voz inocente de uma criança”, afirma.

As crianças foram orientadas a ligar para saber como as pessoas têm passado os dias, orar por elas e ver se elas precisam de algo. Em algumas situações, após ser constatada a necessidade, as famílias das crianças estão fazendo doações de alimentos.

“A ligação tem o objetivo de alcançar o físico, que é suprir a falta de alimento, por exemplo; o mental, através da socialização no contato ao telefone; e o espiritual, através da oração”, explica o diretor dos Ministérios de Desbravadores e Aventureiros para as regiões central e norte do Espírito Santo, pastor Carlos Eduardo Petter.
Conforme as ligações e áudios são feitos, os celulares das famílias das crianças ficam cheios de mensagens de agradecimento.

“Bom dia! Quero agradecer Maiter, a filha da Cris. Passei o dia inteiro orando e questionando a Deus, e perguntando porque Ele não me atendia e quando chegou a noite a Maiter me ligou. Muito obrigada Maiter, Deus continue te abençoando”, escreveu a dona de casa Laurimar Motta.

“Enzo, não tenho palavras pra agradecer a oração que você fez por mim e para minha família. Deus te usou naquele momento, eu estava precisando mesmo de uma oração, você não tem noção do bem que me fez. Continue sendo esse exemplo de menino, de filho e soldadinho de Cristo. Que Deus ilumine sempre sua vida, abençoe sua família e continue dando sabedoria aos seus pais para guiarem você e sua irmãzinha nos caminhos do Senhor. Obrigada por você e sua família fazer parte da minha família espiritual!”, agradeceu a enfermeira Raquel Dias Sales.

Fonte: Guia-Me

Postar um comentário

0 Comentários