Comerciantes se ajoelham para orar em frente às lojas fechadas

Comerciantes se ajoelham para orar em frente às lojas fechadas

Comércios em diferentes cidades do Brasil tiveram suas portas fechadas devido às medidas de contenção do coronavírus. Isso não impediu que comerciantes se ajoelhassem em frente às suas lojas para recorrer a Deus.

Um vídeo que foi compartilhado nas redes sociais mostra comerciantes da cidade de Telêmaco Borba, a 252 quilômetros de Maringá (PR), em oração em frente às lojas fechadas por determinação da Prefeitura Municipal.

As imagens foram compartilhadas no início do mês, aproximadamente uma semana antes da Prefeitura de Telêmaco Borba decidir retomar as atividade econômicas.

O decreto municipal que estabeleceu o fechamento do comércio na cidade entrou em vigor em 23 de março, mas as lojas só puderam reabrir em 20 de abril, quase um mês depois. As medidas impostas pela prefeitura resultaram em carreatas organizadas por empresários.

“[Foram prejuízos] astronômicos. As micro e pequenas empresas sentiram bastante, porque dependem de faturar hoje para pagar os compromissos amanhã. Elas não têm capital de giro para se manterem durante tanto tempo fechadas”, diz o gerente executivo da Associação Comercial e Empresarial de Telêmaco Borba (Acitel), Ardson Lellis Costa e Silva, ao portal GMC Online.

Ainda assim, a Acitel buscou trabalhar em alinhamento com a prefeitura para que as atividades econômicas pudessem funcionar da maneira segura, destaca Silva.

Com lojas reabertas há sete dias, os comerciantes tiveram que se adaptar a uma nova rotina. O uso de máscaras passou a ser obrigatório dentro dos comércios e em qualquer espaço público. 

Segundo o boletim epidemiológico emitido pela Prefeitura de Telêmaco Borba neste domingo (26), há 12 casos confirmados de coronavírus e 6 pessoas recuperadas na cidade.

Fonte: Guia-Me

Postar um comentário

0 Comentários